Cuidado!..Você pode ter feito pacto financeiro com satanás!

Assustou com o alerta que intitula o presente Artigo?… – Achou muito forte o tema, o interpretou como de mau gosto e, está imaginando que o mesmo nada tem a ver com você, ou com o seu dia a dia?… – Engano seu, pois saiba, o diabo pode ser seu parceiro nos negócios e/ou o guardião do seu dinheiro e está mais próximo do que você imagina e por mais que a sua imagem assombre, todos falam nele e a maioria das pessoas acredita que ele existe, porém, ninguém nunca o viu, ou, pelo menos, poucos já se depararam pessoalmente com ele, apesar de pelo menos uma vez por dia muitos pronunciarem o nome do cargo que ele ocupa, ou, impulsivamente o seu nome quando algo de ruim na sua rotina diária acontece, ou, quando um sonho de consumo não se concretiza, ou até, quando uma desgraça financeira lhe cai de paraquedas e há ainda, aqueles que temem até pronunciar o seu nome, todavia, mesmo estes, não largam, nem abrem mão dos nocivos serviços e produtos unilaterais e degradantes por ele oferecidos no mercado de consumo, chegando até a se gabar das maneiras exclusivas e personalizadas que ele oferece tais produtos, de modo a arrancar seu couro e esfolá-lo vivo até o bagaço, enganando e levando pessoas a convencer a si mesmas na frente do espelho que por conta disso são vip’s, porém, quero tranquilizar a todos e dizer que ninguém deve se apavorar, mas, de certa forma ele está à sua volta, de uma maneira ou de outra e a qualquer momento vai se manifestar, quer seja como lobo, como serpente, como anjo, como uma bela sereia, ou até como um sorridente e inofensivo ancião de colarinho branco e quem sabe, talvez, como o salvador do universo pregador da paz, ou até, como um protetor da natureza que tira água potável da manga da camisa e distribui passaportes de entrada para uma festa no céu.

Ao contrário do que se pensa, na estrutura da moderna conjuntura social, o capeta está muito mais presente na vida das pessoas do que imaginamos, todavia, estas pessoas acomodadas e alienadas, nem imaginam ou percebem da atuante e decisiva influência exercida pelo mesmo nas suas vidas e muitos, ainda tentam resolver seus atritos e desigualdades sofridas, rezando e esperando que as soluções caiam do céu, deixando de perceber que para isto, bastaria apenas mudar de vida, rever e refazer os seus conceitos e adotar atitude mais ativa frente os atritos e dificuldades surgidas no cenário social embebedado pela hipocrisia que alimenta e sustenta os falsos valores e falsos ídolos, cada vez mais presentes na realidade social moderna, controlados por sistemas e vícios alienados extraídos de mentes insanas que sofrem de infecção financeira generalizada que causa pressão arterial tarifária, espalhando a febre alta do benefício próprio, que deixa tecnocratas babando salivas sujas de encargos e multas abusivas, sobre o teclado dos seus notebooks, contaminando os sistemas em rede com o vírus da sede macabra da criminosa indústria do abuso bancário que concentra riquezas e suga o sangue dos mais fracos, destruindo sonhos e empobrecendo famílias inteiras em alta escala ao livre arbítrio.

Atitudes mais responsáveis e conscientes no sentido de evitar o máximo que puder e refletir muito antes de contratar serviços ou adquirir um produto bancário, são necessárias por parte do cidadão consumidor moderno, pois, como dizem as páginas dos livros de terror, o capeta está à nossa volta em vários formatos e atuando de muitas maneiras a fim de nos atrair para no seu colo sentar, através e validando métodos mentirosos e cruéis que induzem à desigualdade nas mais sutis e canalhas maneiras de levar vantagem sobre as pessoas dignas e desamparadas pelo poder público, que facilmente se deixam iludir por infames frases de efeito que transformam mentiras em verdades, por conta da potente influência exercida pela vaidade desenfreada que, de braços dados com a hipocrisia supera a linha do absurdo no desígnio de trair a lógica da ética, tornando pessoas em especialistas em enganar a si mesmas, para que, em massa, sejam facilmente induzidas ao controle absoluto exercido por um sistema unilateral e único, controlado por um grupo de escabrosos exterminadores de igualdade fedorentos a enxofre, que não hesita em aniquilar sonhos em um piscar de olhos.

> Muitos brasileiros se valem de orações e promessas para conseguir algum feito ou alcançar a realização de um sonho, porém, nem todos são atendidos, mas, quem tiver interesse em realizar um sonho financeiro e se endividar até o pescoço e comercializar a sua alma com o demônio, ou trocar o seu “vale paz” por “ticket desgraça financeira”, com ágio, mesmo não estando com o nome limpo, facilmente consegue uma “catacumba consignada” para se atolar e passar cinco anos de sua vida descendo na ladeira do descaso, sem freio, sem farol e sem direito a retorno, no acostamento da via marginal do desenvolvimento econômico, basta adentrar em uma agência bancária, comprovar que é trabalhador e honesto que consegue “uma dúzia” de empréstimos e financiamentos, cada um com parcelas equivalente a 30% do seu salário, anexado a uma venda casada, totalizando assim uma dívida equivalente a 360% do mesmo, além de outros benefícios como triplicar ou quadruplicar o limite do cheque especial, aliás, para este, o cliente nem mais precisa solicitar ou ir até a agência bancário, pois, os bancos já estariam o realizando por conta própria e sem pedido ou conhecimento do correntista, viabilizando assim sua desgraça financeira por completo, uma vez que desgraça pouca do cliente não tem graça, aliás, aos olhos de alguns clientes, as facilidades oferecidas pelos bancos significam dádivas ou milagres financeiros, por conta disto, porém, quando a bomba estoura, até o céu tem dificuldade em ajudar, sendo obrigado abrir mão e “deixar os mortos enterrar os mortos”.

> Dica:-> “Para adquirir um produto ou um benefício qualquer de um banco qualquer, para obter sucesso na operação, ao comparecer na agência, o adquirente deve se mostrar o mais bobalhão e rude possível e jamais procurar saber, por exemplo, quais seriam as regras sobre sua possível inadimplência e ainda, para não por em risco a operação e/ou, vê-la “zicada”, – nunca, em hipótese alguma, mencionar diante de um gerente de banco a frase “meus direitos de consumidor”. -> Obs:->(Dependendo da conscientização e do grau de interpretação individual, cabe a cada pessoa entender se essa dica foi enviada pelo céu, ou pelo inferno).

Maravilhas e promessas modernas que iludem e ludibriam a percepção consumista das pessoas de bem que parecem não ter tempo para raciocinar e se deixam levar pelas delicias patrocinadas pelas doutrinas de satanás, que um dia quando acordam deste sonho das trevas, percebem que foram levadas para muito além dos quintos dos infernos financeiros, é quando então, que entram em depressão aguda e percebem que ficaram ricas, mas apenas, de estresse com juro duodenal e até enxaqueca ou gripe de fila de banco sobreposta, que leva à tuberculose financeira, entre outras.

Acreditando ou não na existência do demônio e querendo ou não, direta e indiretamente, todos são em potencial suas vítimas e sofrem sua implacável e maldita influência capitalista financeira, pois, ele sabe ser mentira quando clamamos por verdade e sabe ser a verdade mentirosa que corrompe e arma esquemas unilaterais, se embrenhando nas brechas e falhas dos ditames que promulgam igualdade, quebrando balizas e defecando sobre as laudas que testemunham e sancionam as dolorosas conquistas sociais do cidadão consumidor.

Acredito que satanás tem uma ligação muito forte com os bancos, ou está incorporado na pessoa de banqueiros, por não conseguir imaginar que a desastrosa e calamitosa desigualdade praticada pelos bancos brasileiros nas relações de consumo mantidas com seus clientes, possa ter partido de alguma mente ou pessoa humana, não posso acreditar que tamanha aberração tenha sido criada por um homem chefe de família, nem que esse seja brasileiro, fica impossível imaginar que todas as macabras cenas de horror financeiro praticado nessa arena sobre o passivo, religioso e generoso consumidor bancário brasileiro, advenham da mente de algum compatriota, de alguém que tenha nascido e crescido sobre este solo e que tenha na sua infância brincado de pega-pega e entoado o Hino Nacional Brasileiro nas comemorações cívicas de sua escola, ou ainda, que tenha sido batizado e feito a primeira comunhão aos olhos atentos de sua avó, que consiga se olhar no espelho sem se horrorizar e, por esta razão, não posso pensar diferente, a não ser concluir que banqueiro se não possuir uma degeneração ou mutação mental muito grande, somente pode ser um agente, ou o próprio diabo na terra, pois, o cidadão brasileiro apesar de em alguns momentos demonstrar parecer gostar de sofrer e de ser enganado, não merece se ferrar tanto nas mãos de banqueiros sem escrúpulos, já que no meu entender, acreditar em papai Noel, não seria um crime a ser punido tão gravemente, tendo os seus sonhos de igualdade social e econômica aniquilados, não seria merecido nem justo para esta nobre nação de consumidores, padecer neste eterno pesadelo.

Se até no inferno é difícil encontrá-lo, dificilmente por aqui ele também esteja, apesar de aqui ter o cenário preferido para seus atos satânicos, preferem ser discretos e nunca permanecem na cena do crime, ou simplesmente, nem eles mesmos aguentam a sacanagem financeira que praticam e por isto, devem estar bem longe curtindo a vida em algum paraíso fiscal, porém, sua doutrina ditatorial e perversa, desenvolve a inferno aberto, regras facínoras que sugam a todos sem piedade, validando desgraças em forma de “status” religiosamente em todas as esquinas, através de correspondentes e agentes licenciados por seus procuradores nomeados, na busca pela unificação do poder capitalista que desgraça, humilha e fuzila sonhos, porém, reflete em telão particular da minoria, a imagem da receita perfeita de progresso e modernidade, causando avanços apenas para alguns e diarreia financeira para a maioria, que somente após adentrar em um mundo de detritos, percebe ter emporcalhado sua vida coma as próprias mãos e que não passa de um número a mais, ou, um escravo que se deixou levar pela especularização da babaquice financeira que idiotiza a todos sem restrição, que conduzidos pelos tentáculos da perversidade, terá que rastejar na lama para fazer o caminho de volta, carregando sua vida social nas costas, como se estivesse voltando para traz, todavia, a partir desse momento, com a certeza de estar na direção do reencontro com a dignidade e ainda, consciente de que, para o consumidor bancário, o inferno é aqui.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

2 respostas para Cuidado!..Você pode ter feito pacto financeiro com satanás!

  1. Camila diz:

    Seu texto é exatamente a realidade. Obrigada e certamente o Senhor Jesus Cristo ti revelou estas coisas Que Ele ti abençoe sempre e tua família Mesmo que tenhas sofrido, infelizmente é o preço que pagamos por acreditar Olhe na net. (NOM) Nova Ordem Mundial) e verás que o diabo existe e está por detrás deste sistema(Banqueiros e Bancos) como falaste. E o que ti foi revelado por Deus está acontecendo. Cartão de Crédito é a maior ilusão e compromete nossos recursos e nos coloca numa prisão mental e emocional que em muitos casos destroem a saúde e relacionamentos. A Paz do Senhor Jesus Cristo para você e tua família e amigos, e a todos em geral que lerem este texto.

  2. Aroldo roza . . . diz:

    BOA NOITE ! . :

    OBRIGADO PELO TEXTO SENHOR, DEUS ABENÇOE VC !

    AGORA VOU CANCELAR TODOS MEUS CARTOES .

    DEUS ABENÇOE TUA VIDA E TEUS PASSOS . :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *