Agência Vila Santa Catarina-SP da Caixa Econômica Federal

Rotineiramente utilizo dos serviços de uma Agência da Caixa Econômica Federal localizada na Avenida Santa Catarina – 1796, no bairro do mesmo nome na região do Jabaquara em São Paulo onde, na busca de um simples serviço sou obrigado esperar entre duas e três horas para ser atendido, isso quando estrategicamente escolho comparecer fora dos dias do pico de movimento, fugindo no período entre o final e o inicio do mês, período este que acredito ser insuportável para qualquer cidadão consumidor ser atendido dignamente nesta agência, pois, uma rotina vergonhosa denuncia dezenas de pessoas de todas as idades em pé em enorme fila única a partir da porta desta agência que se estende por todo o quarteirão quase todos os dias para serem atendidas por uma única funcionária que adota critério evasivo de prioridade, ignorando a possibilidade das pessoas consumidoras usufruírem dos seus direitos adquiridos, como se ali estivessem aguardando favores ou à espera de presentes a serem oferecidos pela Caixa Econômica Federal – o banco que se diz ser de todos os brasileiros. 

E, quem sobrevive à fila torturante mencionada acima, adentra ao interior da agência que disponibiliza para os clientes uma meia dúzia de cadeiras todas ocupadas, recebendo o prêmio para aguardar ainda mais por uma ou duas horas para ser atendido em ambiente repleto de mesas e guichês de atendimentos vazios e sem funcionários e, aqueles poucos presentes abertamente não escondem o mau humor e pouca disposição em ajudar o cliente como se fossem superiores e donos do mundo selando o descaso, enquanto isso, o cidadão consumidor é obrigado a se conformar com uma realidade desgastante e infame como se fosse uma coisa normal, diante da falta de boa vontade de dirigentes deste banco que só olham para o próprio umbigo sem o mínimo de respeito à sua própria consciência.

Em 161 anos em atividade a Caixa Econômica Federal se apresenta como o banco de todos os brasileiros, todavia, o que falta para este banco respeitar, de fato, todos os seus clientes consumidores brasileiros?

Registrei uma reclamação na Ouvidoria da Caixa Econômica Federal para contribuir com uma melhora dos serviços da agência acima citada e, os cidadãos consumidores de todo Brasil, clientes deste banco federal deveriam fazer o mesmo através do link abaixo.

http://fale-conosco.caixa.gov.br/wps/portal/faleconosco/home/formulario/reclamacoes

Na prática a Caixa Econômica Federal faz enormes peripécias para atrair os seus clientes consumidores, como por exemplo, a criação de personagens infantis para acenar sobre consumidores mirins e ainda, frases de efeito para induzir consumidores que seria o banco da vida de todos os brasileiros, porém, não passa de mais um banco comercial ganancioso que explora e maltrata o consumidor colocando em primeiro lugar os seus interesses para ganhar dinheiro a qualquer custo a exemplo das centenas de bancos que atuam no mercado financeiro brasileiro.  

Existe em vigor no Município de São Paulo a Lei 13.948/05 que obriga as agências bancárias colocarem à disposição dos usuários uma quantidade de funcionários suficientes para atendimento em prazo decente, respeitando a dignidade e o tempo seria de 15 minutos no máximo em dias normais e 25 minutos no máximo às vésperas e após os feriados prolongados, períodos que não podem ser ultrapassados em hipótese alguma, conforme esta lei, todavia, qual é a agencia da Caixa Econômica Federal que respeita esta lei? Nenhuma! Muito menos a Agência situada na Avenida Santa Catarina – 1796 que segue os moldes de abusos delegados pela Caixa Econômica Federal sobre os frágeis clientes consumidores, desrespeitando leis em massa e ainda, induzindo o cidadão consumidor que seria “o banco de todos os brasileiros”, exatamente sobre esses brasileiros que ficam por duas e três horas sobre o sol ou a chuva mendigando um atendimento decente não somente na agência aqui mencionada, mas, também entre muitas outras pelo país a fora, justamente partindo deste banco que se diz ser social e oferece um dos piores serviços de atendimentos entre todos os outros bancos.

Não é a primeira vez que a Caixa Econômica Federal investe contra os interesses dos seus clientes consumidores brasileiros já que no ano de 2001 entrou no Supremo Tribunal Federal com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADIn-2591 contra a soberania do Código de Proteção e Defesa do Consumidor.

A Caixa Econômica Federal subestima a força do consumidor e despreza o princípio da igualdade conferido a este e sabe que o mesmo detém de poucos recursos jurídicos para validar seus direitos, portanto, insiste em continuar praticando um festival de abusos sobre estes clientes e, com descaso debocha da sua condição de consumidor naturalmente vulnerável.

O cidadão consumidor dos serviços da Caixa Econômica Federal – o banco que se diz ser do povo brasileiro, carece aprender deixar de ser tratado como idiota por este banco e deve denunciar os abusos sofridos por práticas e nas agências e sobre todos os serviços desiguais oferecidos e este cidadão consumidor pode encontrar apoio em um TRF – Tribunal Especial Regional Federal na sua cidade e ainda, através dos links abaixo:

Banco Central do Brasil

https://www.bcb.gov.br/acessoinformacao/registrar_reclamacao

Procon.SP

https://consumidor2.procon.sp.gov.br/login

Controladoria Geral da União – Central de Ouvidorias – Fala BR

https://falabr.cgu.gov.br/Login/Identificacao.aspx?idFormulario=1&tipo=2&ReturnUrl=%2fpublico%2fManifestacao%2fRegistrarManifestacao.aspx%3fidFormulario%3d1%26tipo%3d2%26origem%3didp%26modo%3d

Registre aqui a sua insatisfação sobre a agência mencionada e/ou outras da Caixa Econômica Federal no espaço “Deixe um comentário”.


RESPOSTA DA CAIXA:

Ocorrência – Caixa Fale Conosco n° 12857771

Prezado Senhor,

Em atenção à ocorrência 6498488, registrada no Fale Conosco Caixa, referente à demora no atendimento, esclarecemos que no atual cenário de pandemia pelo novo corona vírus, a prioridade da Caixa tem sido resguardar o bem-estar de todos os seus clientes e colaboradores e, as medidas definidas para conter a doença restringiram o atendimento presencial nas agências.

Lamentamos eventuais transtornos e reafirmamos nosso compromisso em prestar o melhor atendimento, dentro das atuais circunstâncias e recomendamos que, sempre que possível, utilize os canais remotos e digitais de atendimento.

Agradecemos a sua compreensão e, se precisar, entre em contato com a Caixa por meio da página http://fale-conosco.caixa.gov.br, ou 0800 726 0101 – 0800 726 0207 – 0800 726 0104 – 4004 0104 – Equipe Caixa.


Como sempre, mais uma vez a Caixa – o banco de todos os brasileiros fala e nada diz e, de fato, não conhece o que se significa respeitar clientes e acata uma denúncia de abusos sobre vulneráveis clientes com justificativas evasivas adaptadas a questões de terceiros, pois, a pandemia foi instalada há dois anos e os descasos e os atendimentos desrespeitosos sobre os seus consumidores duram além de uma vida. – É lamentável!

A Caixa anda na marcha ré e as escuras em relação à proteção dos consumidores brasileiros, portanto, esse negócio de ser o banco de todos os brasileiros não passa de pura demagogia e a única esperança de o cidadão conseguir validar uma relação de consumo com este banco, que se diz social, regrada com igualdade e respeito será somente quando for materializada uma reforma no Sistema Financeiro Nacional, pois, este banco é um caso de polícia e nem o judiciário concerta, – quem sabe talvez uma CPI no Senado Federal conseguiria acabar com os abusos praticados pela Caixa há mais de um século sobre os cidadãos seus clientes consumidores.

Assine a Petição para Reforma do Sistema Financeiro Nacional Brasileiro: https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/Senhor_Presidente_da_Camara_dos_Deputados_Congresso_Nacional_Brasileiro_Proclamar_urgentemente_uma_reforma_no_Sistema_Fi/share/

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *